Como podar Rosa-do-deserto (Adenium obesum)

Olá pessoas, hoje começo com posts diários de todo o mês de Dezembro, e quem sabe se vocês gostarem, começo a publicar quase que diariamente com dicas do meu jardim!

Pensei nesta idéia pois todos os dias praticamente estou envolvida com alguma atividade no jardim, com coisas simples; replantes, plantio de sementes, podas, arrumação dos vasos... coisas simples mas que para quem está começando podem ter algum detalhe interessante. E para quê este blog se chama Diário não é 😄? Vamos a ele!

Hoje resolvi podar uma das minhas rosas-do-deserto, a mais velha e maior.


Ei-la



Antes de mais nada, perca o medo de podar sua planta. Assim como uma poda mal feita pode matá-la, sem poda ela também pode definhar. Observe que os galhos da minha estão muito longos. Esperei passar a floração para podar; mas como ela nunca para de florir, e tem um galho saindo botão, resolvi podar assim mesmo. Assim como toda planta, a poda dá força para que forme mais galhos e floresça em maior quantidade.

Uma rosa-do-deserto bonita deve ser assim compacta:


Fonte da foto

Sendo a planta grande ou pequena, nova ou velha:


Fonte da foto


Olha a diferença destas belezas da internet e a minha pobrezinha:


Galhos muito compridos e finos

Assim como o transplante anual quando está em vaso é necessário (você pode ver eu fazendo o transplante dela neste link) a poda também o é.

Não tem muito segredo. Peguei um alicate de poda afiado e limpo e corte onde deseja; nem muito perto nem muito longe do tronco.

Perceba que ela já havia sido podada quando comprei; tem uns 3 anos que a tenho e nunca tinha podado. Olha como saiu o broto meio lateral no corte feito no produtor.



Poda feita, é bom passar algo para cicatrizar os cortes. Aqui usei canela em pó, mas pode ser própolis líquido também. Evita que entrem fungos e bactérias por ali.




Ficou assim:



E com os galhos cortados você pode fazer novas mudas. Vou deixar uns 3 dias cicatrizando e depois plantar em substrato bem drenável. Um ótimo substrato para enraizar mudas pode ter bastante fibra de coco e vermiculita. Eu uso um comercial que se chama Carolina Soil, a base de turfa e vermiculita, também misturo nele condicionador de solo da Forth (não é propaganda de nenhum dos dois, indico porque são os que já testei e uso bastante, sempre recomendo aqui no blog).

Também temos postagem sobre como cuidar de rosa-do-deserto, é só clicar aqui pra ver.

Existem outros tipos de poda, como a poda radical, veja aqui.

Assim  que ela começar a brotar e as mudas também estiverem pegas e brotando, faço outro post!

Curta nossa página no Facebook para receber diariamente conteúdo exclusivo. É só clicar na caixa que está aqui no menu esquerdo. Me siga no instagram @camilabatalhone, que todo dia posto foto das minhas plantas!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...