sábado, 23 de setembro de 2017

Como replantar um vaso de suculenta

Neste post vou mostrar como eu faço replante de um vaso antigo de suculentas. A idéia é inspirar a quem queira, a hora de fazer esse replante. Aqui faço uma sugestão de como procedo; não necessariamente você deverá fazer igual. Mas para mim é o resultado mais satisfatório e onde o vaso fica mais bonito, na minha opinião!

O vaso a ser replantado é este:

Lindíssima suculenta Graptosedum Francesco baldii. Uma planta bem comum de se achar, mas junto com a Graptopetalum paraguayense, formam os vasos mais bonitos e são bem resistentes!


A pergunta que não quer calar: mas porque você vai replantar? Ele está tão bonito! 

Sim, não está de todo feio... mas são vários os fatores que me levam a querer replantar um vaso:

- Já tem mais de um ano que ele está ali e as raízes estão apertadas, evitando que a planta se desenvolva mais;
- Apesar de a planta estar saudável, não sei se tem alguma praga nas raízes;
- As mudas começam a ficar pescoçudas e começam a "atrofiar" nas pontas (já explico com fotos);
- Quero que o vaso fique mais compacto;
- Quero retirar mudas para fazer mais vasos.

Vamos ver por cima:



Percebe como ela começa a ralear? Poderia deixar o vaso assim? Poderia. Mas com o tempo ele vai ralear mais ainda e as mudas vão ficando cada vez mais pescoçudas, deixando somente mudas nas pontas e cada vez menores.

Como vamos trabalhar sem quebrar a planta? Esta menina é muita delicada, um esbarrãozinho se despetala toda. Então não tiro o torrão primeiro; trabalho com cortes. Sim, vamos decapitar tudo! O segredo de ter suculentas sempre vistosas é decapitar de quando em vez. Você pode ler o post que fiz sobre como deixar suas suculentas sempre lindas clicando aqui.


Começando a decaptação

Não tenha medo. Com uma tesoura afiada ou alicate de jardinagem vá cortando todas as mudas.


Pronto!

Podemos perceber como a terra está socada e é pura raiz! Agora vamos retirar o torrão e ver o que nos aguarda!




Na foto não vai dar pra ver, mas tem um ninho de formigas dentro do torrão. Por isso é importante fazer o replante. Formigas podem sinalizar infestação de cochonilhas, pois as formigas se alimentam do "cocô" doce delas. Às vezes não estão na superfície, mas na raiz.  Nem olhei muito e já taquei no lixo.


Substrato novinho em folha

Lave muito bem o vaso com uma bucha e sabão pra retirar qualquer resquício de pragas e coloque um substrato novo de sua preferência. Clique aqui pra ver a mistura que utilizo. No momento, ao invés do condicionador de solos da Forth estou utilizando a terra vegetal da Terral, que já vem adubada com esterco de boi, misturada ao Carolina Soil, que mostro no post do substrato.



Com as plantas cortadas vá encaixando na terra. Aqui vai um adendo:


- Eu trabalho direto com as plantas cortadas. Não espero cicatrizar o corte. Tem dado certo assim e continuo;
- Se você está começando e não tem segurança, pode deixar cicatrizar uns 3 dias. Pode passar canela em pó nos cortes ou extrato de própolis, para depois plantar;
- Como uso também o Cercobin, que é um fungicida sistêmico forte, não tenho problema com as plantas apodrecerem. Clique aqui para ler sobre defensivos para suculentas. Se não conseguir este, pode usar Cupro Dimmy que falo e explico neste post dos defensivos.




Pronto! Aí temos nosso vaso plantado! Não ficou mais bonito? Agora ele vai enraizar e provavelmente vai cair pelas bordas como o outro, mas como tem bastante espaço para as raízes se desenvolverem, vai ficar mais cheio! Quando ele começar a ralear replanto novamente!

Qual o cuidado temos que ter quando fazemos esse tipo de replante cortando as raízes?

- Deixe o vaso em um local que pegue o sol mais ameno no dia por pelo menos uns 15 dias;
- Assim que eu replanto eu já rego, e bastante. Assim plantas ficam sempre hidratadas; pois assim como quando fazemos uma muda de uma planta comum e colocamos na água até a hora de plantar ou deixamos enraizar na água, as suculentas também fazem o mesmo processo de "puxar" a água pelos micro canais que transportam a seiva dentro da planta, onde ficaram expostas pelos cortes;
- Como eu disse, se você tem medo da planta apodrecer, não regue durante uma semana ou até 15 dias pra dar tempo dela enraizar. Eu aqui sempre faço assim e nunca tive problema;
- É normal que algumas folhas embaixo melem ou sequem e caiam.


Vaso replantado e já no seu local definitvo

 E as mudas que sobraram? Renderam bastante:


Echeverias gibbiflora metalica e as Francesco baldii. As manchas brancas são do fungicida.

Quando as metálicas estiverem grandes e as Francesco penderem, vão ficar lindas! Para acompanhar a evolução das plantas, me siga no instagram @camilabatalhone, que posto fotos das minhas plantas todos os dias! Curta também a página do blog no facebook clicando na caixa aqui do lado direito se você está no computador; no celular ela deverá estar no final da página.




Aí estão as mudas restantes! Vou ter bastante pra fazer arranjos!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...